Lider

SEGUNDA, 20 DE NOVEMBRO DE 2017 | |

Princesa Isabel, PB

Portal Nordeste1 no FacebookPortal Nordeste1 no TwitterPortal Nordeste1 no Google PlusFale conosco
Publicado em 06/11/2017 às 09:26:27

Engenheiro escreve livro e assume responsabilidade pela morte de Ayrton Senna

1353_Senna.jpg

O inglês Adrian Newey afirmou na autobiografia "Como construir um carro" que sente um "grau de responsabilidade" pela morte de Ayrton Senna. O designer era um dos principais projetistas do carro da escuderia Williams e do carro guiado por Ayrton Senna quando o ídolo brasileiro morreu, no GP de Ímola, na Itália, em 1994, Senna morreu ao se chocar quando fazia a curva Tamburello.

A investigação do acidente teve como centro o desaparecimento da coluna central da direção do carro. Newey lamenta ter modificado e reposicionado o item antes da corrida. No livro, ele chama as mudanças no volante de "duas peças muito ruins de engenharia".

"Eu era um dos oficiais seniores em uma equipe que fez o design de um carro no qual um grande homem morreu. Eu sempre sentirei um grau de responsabilidade pela morte de Ayrton, mas não culpa", escreveu.

 

Redação NE1

Deixe seu comentário