Governo

TERçA, 23 DE JANEIRO DE 2018 | |

Princesa Isabel, PB

Portal Nordeste1 no FacebookPortal Nordeste1 no TwitterPortal Nordeste1 no Google PlusFale conosco
Publicado em 11/01/2018 às 15:20:53

Durante um ano, prefeito de cidade paraibana só trabalhou 4 dias

2467_DESTERRO-PB.jpg

"Ele deveria assumir o que prometeu ao povo". Esta fala é de um morador da cidade de Desterro, localizada no Sertão Paraibano. O município passa por uma situação incomum por conta de um 'imprevisto' oriundo da prefeitura da cidade. Com posse tomada em 5 de janeiro de 2017, o prefeito Didi (PR) soma apenas 4 dias de trabalho a frente da gestão.

Após assumir a prefeitura, Didi solicitou a primeira licença médica - sem comprovação via atestado médico - aos vereadores do município. O pedido foi acatado e o representante passou 6 meses longe da prefeitura. A segunda demanda ocorreu logo ao término da primeira. Com um atestado apresentando várias patologias, entre elas estresse e diabetes, Didi teve o pedido autorizado e passou mais 6 meses afastado. E em 2018 já acumula uma nova solicitação, provocada por cardiopatia.

Didi aguarda pela volta dos vereadores - que deve acontecer em fevereiro - para saber qual será o destino. A prefeitura segue coordenada pelo vice, que é primo do gestor. Entretanto, a cidade acumula problemas, como a falta de pagamento dos servidores.

Atualmente, o prefeito mora em São José do Egito, no estado de Pernambuco. Acredita-se que ele administra uma rede de postos de combustíveis que pertence a família.

Em entrevista à TV Asa Branca, Didi disse que não há irregularidades nos pedidos. "Não tenho nada a esconder. Não sou remunerado pela prefeitura", disse. Entretanto, de acordo com o Tribunal de Contas da Estado (TCE-PB), ele continua recebendo R$ 10 mil por mês pelo cargo.

Redação NE1 com Portal T5 e Jéssika Pereira

Deixe seu comentário