O Sindicato dos Professores da Rede Municipal de João Pessoa encaminhou um ofício, na tarde desta quinta-feira (24), ao secretário de Educação de João Pessoa, Gilberto Cruz, se posicionando contra o retorno das aulas presenciais na cidade.

Em nota, o sindicato diz que vidas devem ser preservadas. “Temos o compromisso de garantir o direito à educação, mas a prioridade neste momento deve ser a preservação de vidas”, diz a nota.

Além disso, apesar dos protocolos de biossegurança, mais de 60 mil alunos e mais de 10 mil trabalhadores/as em educação serão colocados em risco.

 

Click PB