A vice-prefeita de Vitória da Conquista, Sheila Lemos (DEM), de 48 anos, tomou posse da prefeitura na Câmara Municipal da cidade, por volta das 10h30 desta segunda-feira (22). A posse aconteceu após a morte do prefeito do município, Herzem Gusmão (MDB), que estava internado há quase três meses no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, morreu na última quinta-feira (18) devido a complicações da Covid-19.

“Eu dirijo, em primeiro lugar a família enlutada do nosso prefeito Herzem Gusmão, que nos deixou em data recente, que Deus os conforte, já que a dor não pode ser mensurada e que pese esse momento de muita dor e tristeza”, disse Sheila durante o discurso solene de posse.

Durante o discurso, Sheila falou que vai continuar o trabalho de Herzem Gusmão.

“Registro que Herzem partiu, mas deixou um legado de trabalho, de força e mais do que isso, deixou uma meta de que Vitória da Conquista precisa continuar se desenvolvendo como cidade para pessoas. Eu assumi o compromisso de caminhar ao lado de Herzem como candidata a vice-prefeita e meu objetivo era governar ao lado dele, trabalhar junto ele, para o desenvolvimento da nossa Vitória da Conquista”.

A prefeita também anunciou alguns programas que devem ser anunciados pela prefeitura nos próximos dias e se disse honrada por assumir o cargo.

“Não há como descrever a honra de estar aqui como chefe do executivo municipal, responsável por decisões que podem mudar a vida de milhares de cidadãos e cidadãs conquistenses. Uma honra que outras duas mulheres tiveram até hoje, eu e a minha mãe, Irma Lemos, e aqui reitero, lugar de mulher também é na política. Gratidão e compromisso com o povo da minha terra são sentimentos que me definem hoje”, discursou.

Herzem Gusmão foi reeleito prefeito no 2º turno das eleições em novembro de 2020, com Sheila Lemos como vice-prefeita. Por causa da internação dele devido à Covid-19, em 1º de janeiro ela tomou posse do cargo de prefeita de Vitória da Conquista. Uma semana depois, Herzem tomou posse do cargo em cerimônia virtual.

Horas após a morte de Herzem Gusmão, Sheila disse que o desejo da dupla era de que a cidade fosse governada em conjunto.

“Nosso desejo era de governar essa cidade juntos, mas não foi esse o designo de Deus. Agora tenho o compromisso de governar essa cidade e cumprir o que foi proposto no nosso plano de governo”, disse.

G1