Pelo menos nove indígenas do sudoeste da Colômbia foram baleados no domingo (9), em um protesto na cidade de Cali, epicentro das manifestações que abalam o país há 12 dias.

A caravana foi atacada por “policiais e civis armados juntos”, denunciou o Conselho Regional Indígena do Cauca (CRIC), em um comunicado.

De acordo com a autoridade de saúde local, três dos feridos têm “ferimentos graves”.

Em uma nota à imprensa, a Polícia assegurou que os agentes estavam na região, atendendo “ao pedido de auxílio da comunidade (…) que estavam sendo atacados por um grupo de indígenas”. O texto disse ainda que os nativos haviam ferido quatro pessoas “com objetos cortantes”, além de incinerar e “vandalizar” vários veículos.