Dois alpinistas morreram no Everest, anunciaram os organizadores da expedição no Nepal nesta quinta-feira (13). Um americano e um suíço são as primeiras vítimas da temporada deste ano.

“Dois montanhistas morreram na quarta-feira (12)”, disse Mingma Sherpa, da agência Seven Summit Treks.

O alpinista suíço “sofreu exaustão” após atingir o cume (8.848,86 m), disse Chhang Dawa, da mesma organização.

O montanhista americano perdeu a visão no cume e, exausto, teve muita dificuldade em retornar, disseram os organizadores. Ele chegou ao acampamento 4, onde morreu pouco depois.

O mau tempo atualmente impede que os corpos dos montanhistas sejam recuperados para repatriação, acrescentou Thaneshwor Guragain do Seven Summit Treks.