Como previu ainda no ano passado o deputado estadual Hervázio Bezerra ao comentar o papel que seu filho, Leo Bezerra (Cidadania) na gestão municipal, ao lado do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), disse, que tentou desestimular seu filho já supera seu de entrar na política.

“O primeiro obstáculo dele fui eu. Procurei desmotiva-lo, mas ele me venceu e me convenceu”, revelou, elogiando o comprometimento do vice-prefeito de João Pessoa: “Ele é muito dedicado”, comentou Hervázio.

Ao analisar o desempenho político do seu filho, Hervázio disse: “Antes, era ‘Leo, filho de Hervázio. Agora, é Hervázio, pai de Leo”, disse Hervázio. Ainda em dezembro de 2020, Hervázio previa: “Conhecendo ele como eu o conheço, irrequieto, ativo, ele não vai ser figurante, de modo algum”.

Hervázio disse que até mesmo a postura adotada por Cícero impede que Leo seja mero coadjuvante na gestão. “Ele não vai preterir Leo, vai poder explorar, no bom sentido, quem está querendo ajudar, que é Leo”, ressaltou.