Na PB, Bolsonaro pede que apoiadores não chamem Renan de ‘vagabundo’: “É elogio para ele”

Durante agenda no Sertão da Paraíba, o presidente Jair Bolsonaro aproveitou a oportunidade para atacar o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que é relator da CPI da Covid.

Enquanto pessoas na plateia gritavam “vagabundo” referindo-se ao senador, o presidente respondeu: “Vagabundo é elogio para ele. Não há maracutaia em Brasília que não tenha o nome do Renan envolvido”.

“Imagina a desgraça que seria o Brasil se Renan fosse o presidente do Senado”, continuou Bolsonaro, lembrando de quando o senador ensaiou candidatura para voltar à presidência da Casa, em 2019, antes de desistir da disputa. “Apesar de ser nordestino, nunca fez nada nem por Alagoas, quem dirá pelo Brasil”.

 

Com informações do Estadão