Um agente da Polícia Civil da Paraíba foi morto na noite de ontem (13), em sua residência, na praia de Zumbi, no Rio Grande do Norte. Ainda não foi divulgado o nome do policial civil, que estava de férias no estado vizinho.

A vítima, identificada como Sandro Roberto, foi alvo de um latrocínio, segundo informações iniciais da polícia. O caso aconteceu na praia de Zumbi, ao Norte de Natal. Sandro já atuou como presidente da Associação de Policiais Civis da Paraíba (Aspol).

De acordo com parentes, ele estava aproveitando as férias. Ao menos cinco homens armados invadiram a casa onde o policial se encontrava, o renderam e levaram arma e pertences. Os criminosos ainda dispararam duas vezes contra Sandro.

 

Após o crime, ele chegou a ser socorrido ao hospital de Ceará-Mirim, mas não resistiu aos ferimentos. Além dos pertences, os criminosos levaram um veículo modelo Siena de cor prata. A placa do carro é: MYO8C43.

Em nota, a Aspol lamentou a morte

“É com muito pesar que confirmamos a morte do Agente de Investigação Sandro Roberto, ex-presidente da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba – ASPOL-PB, brutalmente assassinado na noite desta quinta-feira (13), no Rio Grande do Norte.

Sandro era um policial dedicado à profissão, trabalhou em várias delegacias da Paraíba e integrou, por quase 10 anos, a diretoria da ASPOLPB, ocupando em parte desse período o cargo de presidente.

A diretoria e todos os policiais civis da Paraíba lamentam profundamente a perda do colega que, de forma aguerrida, encabeçou várias lutas em prol da valorização dos policiais civis, sendo reconhecido por sua postura firme e comprometida.

Ao mesmo tempo em que desejamos força à família e amigos, reforçamos o empenho da Polícia da Paraíba em contribuir na elucidação do crime e prisão dos acusados”.