Os professores da rede pública estadual aceitaram o aumento salarial de 31,3% proposto pelo Governo da Paraíba. Após as assembleias regionais, eles tiveram assembleia geral da categoria na tarde desta sexta-feira (21) e acataram o reajuste. No entanto, os trabalhadores ainda vão continuar mobilizados pela revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) e pela Lei do Piso, para incorporar o piso nacional.

O professor José Carlos, do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep-PB), informou ao ClickPB que as 13 Regionais acataram a proposta inicial do Governo do Estado, sem esquecer a Lei do Piso e na Assembleia Geral também foi aceito esse aumento de 31,3%.

A comissão terá prazo final para revisão do PCCR até 20 de fevereiro e vão enviar ao governador João Azevêdo para que ele envie até março à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) a proposta e que haja aprovação do PCCR até abril, antes do prazo eleitoral que veda reajustes e outros benefícios.

“Não descartamos a Lei do Piso. Vamos correr atrás”, informou o professor José Carlos, do Sintep-PB.