Em um comunicado enviado pela assessoria de comunicação do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, é “grave estável” o estado de saúde do Policial Militar, de 56 anos, baleado dentro de casa. A informação foi confirmada na manhã deste domingo (20). O principal suspeito pelo disparo é o filho da vítima, de apenas 13 anos. O adolescente também é apontado como o autor dos tiros que mataram a própria mãe e o filho mais novo do casal, de 7 anos.

Segundo um trecho do comunicado encaminhado à imprensa, o homem “vítima de ferimento de arma de fogo está internado na área vermelha e seu quadro clínico é grava estável”.

Os crimes foram registrados neste sábado (19), no bairro Jardim Guanabara, em Patos, Sertão da Paraíba. Segundo informações fornecidas pela polícia, as vítimas foram atingidas por tiros. O corpo da mãe estava no quarto do casal e o da criança estava na sala, próximo ao pai, que foi atingido com um tiro no tórax.