Um não junto a um emoji de “positivo”, foi a resposta do presidente Bolsonaro a uma matéria da CNN com o ex-presidente Michel Temer (MDB). Em entrevista à rede de notícias norte americana, Temer sugeriu que Bolsonaro revogasse seu indulto ao deputado federal Daniel Silveira condenado pelo STF a 8 anos e nove meses de prisão.

O parlamentar também teve seus direitos políticos cassados e ficará inelegível por 8 anos. Ontem, Bolsonaro surpreendeu todo mundo e concedeu “perdão” aos crimes do deputado o que tem sido questionado por políticos e juristas.

Vejam o pedido do ex-presidente Michel Temer:

“Como a decisão do STF sobre o processo contra o deputado Daniel Silveira ainda não transitou em julgado, o ideal, para evitar uma crise institucional entre os poderes, é que o Presidente da República revogue por ora o decreto e aguarde a conclusão do julgamento. Somente depois disso, o Presidente poderá, de acordo com a Constituição Federal, eventualmente, utilizar-se do instrumento da graça ou do indulto. Este ato poderá pacificar as relações institucionais e estabelecer um ambiente de tranquilidade na nossa sociedade. Nesse entre-tempo poderá haver diálogo entre os Poderes. O momento pede cautela, diálogo e espírito público.”

 

  • BLOG DO RICARDO ANTUNES