O pré-candidato a senador Pastor Sérgio Queiroz (PRTB) rechaçou, em entrevista à Rádio Arapuan FM, nesta terça-feira (26), a possibilidade ser o vice-governador na chapa do pré-candidato a governador Pedro Cunha Lima (PSDB). Nessa segunda-feira (25), o deputado federal Julian Lemos (União Brasil), aliado de Pedro, defendeu o nome de Sérgio para a vice do tucano.

Questionado pelos integrantes do programa ‘Arapuan Verdade’ sobre essa hipótese e sobre o fato de Pedro estar procurando um vice de João Pessoa, Sérgio garantiu:

“Só não sou eu.”

O religioso revelou, ainda, que foi convidado para ser governador por um partido e vice por outro, sem mencionar quais foram as legendas. No entanto, ele explicou que o PRTB vai priorizar ter uma candidatura própria ao Governo, caso o TSE não libere a sua candidatura avulsa.

“Eu tive convite para ser governador em uma das composições e vice em outra. Isso aconteceu no processo até o fechamento da janela que se deu em 2 de abril. A questão da definição do PRTB depende de alguns fatores. O PRTB vai preferir, antes de mais nada, ter uma candidatura própria se a gente conseguir parceirizar com outro partido, ou até mesmo uma chapa pura, e a decisão de agregarmos à uma chapa que já tenha senador fica difícil porque o PRTB começou ao contrário. A gente começou com a minha pré-candidatura ao Senado puxando e agora a gente vai definindo. Se o TSE definir que pode haver candidatura avulsa, só com o Senado, então poderemos repensar a possibilidade de não termos uma candidatura a governador e deixarmos as bases livres para fazer escolha”, detalhou.

 

PB Agora