Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira (29) suspeito de abuso sexual contra a própria enteada, de 9 anos, em João Pessoa. A Polícia Civil foi acionada pelo Conselho Tutelar, que recebeu uma recomendação da escola onde a criança estuda. O caso aconteceu no bairro Mangabeira.

De acordo com a delegada Joana Darc, a criança relatou os abusos sofridos e informou “que fica todos os dias com ela, sozinhos em casa, e pratica atos libidinosos”. Ainda segundo ela, “a criança foi submetida ao exame e não foi confirmada a conjunção carnal mas, na presença dos peritos ela [a vítima] confirmou que ele já havia praticado até sexo oral com ele”.

O suspeito foi preso em flagrante e vai responder pelo crime de estupro de vulnerável, conforme a polícia.

Ainda segundo a delegada, a menina disse estar aliviada após a prisão do padrasto.“No momento em que ele estava sendo conduzido aqui para a delegacia, ela [vítima] perguntou se ele já estava preso e eu falei que ‘sim’. E ela disse: ‘Graças a Deus’, por que tinha acabado o sofrimento dela”.

Conforme a delegada, “a mãe da criança disse que a filha era rebelde e que isso não acontece porque o padrasto é muito cuidadoso”.

O suspeito deve passar por audiência de custódia nos próximos dias e ficar à disposição da Justiça.