Cumprindo agenda no Sertão do Estado nesta quinta-feira (12), o governador João Azevêdo (PSB) afirmou que existe a possibilidade de recompor aliança com o PDT e com a vice-governadora Lígia Feliciano para as eleições deste ano.

Azevêdo disse que interlocutores têm conversado com o núcleo liderado pelo deputado federal Damião Feliciano (União) e Lígia acerca de uma possível reunião.

“O PDT é um partido que pode evidentemente compor conosco nesse arco de aliança e tem interlocutores que estão fazendo contato. Eu espero que tudo caminhe nessa direção”, disse.

Aguinaldo

Questionado também acerca da escolha ou não pelo deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) para compor a sua chapa majoritária na condição de candidato ao Senado, João Azevêdo afirmou que as conversas caminham “nessa direção”, mas cobrou um posicionamento público do parlamentar, que até hoje não disse expressamente se irá disputar ou não o posto.

“Há uma tendência nessa direção, entretanto é possível e necessário que quem seja candidato esteja devidamente convencido de todas as condições para poder participar do processo”, disse.

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), afirmou que Aguinaldo desembarca na Paraíba ainda nesta quinta, para reunir seu grupo e definir seu posicionamento, que poderá ser anunciado até o fim da semana.

Créditos: Polêmica Paraíba

Cumprindo agenda no Sertão do Estado nesta quinta-feira (12), o governador João Azevêdo (PSB) afirmou que existe a possibilidade de recompor aliança com o PDT e com a vice-governadora Lígia Feliciano para as eleições deste ano.

Azevêdo disse que interlocutores têm conversado com o núcleo liderado pelo deputado federal Damião Feliciano (União) e Lígia acerca de uma possível reunião.

“O PDT é um partido que pode evidentemente compor conosco nesse arco de aliança e tem interlocutores que estão fazendo contato. Eu espero que tudo caminhe nessa direção”, disse.

Aguinaldo

Questionado também acerca da escolha ou não pelo deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) para compor a sua chapa majoritária na condição de candidato ao Senado, João Azevêdo afirmou que as conversas caminham “nessa direção”, mas cobrou um posicionamento público do parlamentar, que até hoje não disse expressamente se irá disputar ou não o posto.

“Há uma tendência nessa direção, entretanto é possível e necessário que quem seja candidato esteja devidamente convencido de todas as condições para poder participar do processo”, disse.

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), afirmou que Aguinaldo desembarca na Paraíba ainda nesta quinta, para reunir seu grupo e definir seu posicionamento, que poderá ser anunciado até o fim da semana.

Polêmica Paraíba