A Justiça Eleitoral começou a nomear mesários para atuar nas eleições na Paraíba. O estado já possui 60,7 mil pessoas cadastradas para o serviço neste ano, mas as inscrições continuam abertas. Os nomes dos eleitores convocados serão escolhidos até o dia 3 de agosto.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), as convocações estão sendo feitas através de uma carta, que é enviada à residência dos eleitores. O comunicado também é feito através de oficial de justiça e em formato eletrônico, através do WhatsApp.

Pessoas que desejarem se voluntariar para trabalhar nas eleições também podem fazer um cadastro pela internet.

Os convocados irão atuar nas cerca de 10 mil seções eleitorais espalhadas pelo estado ou darão apoio logístico. O primeiro turno das eleições está marcado para o dia 2 de outubro. Já o segundo turno, se necessário, deve acontecer em 30 de outubro.

O treinamento dos mesários convocados será feito de forma online ou presencial. A coordenadora dos mesários do TRE-PB, Alice Coelho, em entrevista à rádio Jovem Pan João Pessoa, detalhou os direitos e vantagens.

“Todas as pessoas que trabalham como mesário têm direito a dois dias de folga a cada dia de trabalho como mesário. Se ele for mesário no primeiro turno das eleições, ele recebe dois dias de folga por esse domingo trabalhado, se for mesário no segundo turno, mais dois dias. Ele recebe um treinamento e por esse treinamento recebe mais dois dias de folga pela participação. O mesário estudante, se a universidade tiver convênio, ele recebe o trabalho como crédito extra curricular, o mesário que estiver prestando concurso público, vai servir como critério de desempate. É uma série de benefícios para quem colaborar no pleito do dia 2 de outubro”, completou.

Polêmica paraíba