Pelo menos uma pessoa foi presa em uma operação realizada em cidades do Vale do Mamanguape, no Litoral Norte da Paraíba, na manhã desta sexta-feira (22). De acordo com a Polícia Civil, a operação “Produtor do Vale” tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que realizava vários crimes na região, e que teria apoio de agentes públicos, incluindo policiais militares. Os detalhes da operação vão ser divulgados em uma entrevista coletiva prevista para às 10h, na delegacia seccional de Polícia Civil de Mamanguape.

 

Segundo a Polícia Civil, a organização atuava principalmente nas cidades de Rio Tinto, Mamanguape e Baía da Traição, mas com ações em outras cidades da região. Conforme os delegados Sylvio Rabelo e Diógenes Fernandes, o grupo criminoso teria participado de um assalto de cerca de R$ 500 mil e que deixou um policial militar ferido, em Mamanguape.

Além deste crime, o grupo também teria atuado em um assalto a um comerciante de Rio Tinto, onde a família da vítima foi feita refém durante a madrugada, e obrigados, mediante uso de arma de fogo, a se despirem.

Conforme a polícia, a organização criminosa também costumava realizar homicídios e filmar as execuções; manter segurança privada em Baía da Traição; e, caso as pessoas não pagassem o serviço, torturavam mulheres arrancando cabelos e atirando nas residências.