O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de “terrorismo econômico” nesta 2ª feira (29.ago.2022). As informações são da Reuters.

A declaração foi feita no momento em que a crise energética da Europa se acentua.

A Rússia está usando o terror econômico“, disse Zelensky em uma conferência em Stavanger, na Noruega. “Está exercendo pressão com a crise de preços, com a pobreza, para enfraquecer a Europa“.

Os preços de energia de referência da Alemanha para 2023 ultrapassaram €1.000 euros por megawatt-hora pela 1ª  vez nesta 2ª feira.

A República Tcheca, que atualmente detém a presidência rotativa da União Europeia, convocou uma reunião de emergência dos Ministros da Energia para 9 de setembro. A expectativa é que seja proposto um teto para o preço do gás usado na produção de eletricidade.

O que está acontecendo é realmente um problema além da Europa. Tem impacto em todos os países, em alguns menos e em outros mais“, disse Jozef Sikela, Ministro da Indústria e Comércio da República Tcheca, em entrevista a jornalistas.

Enquanto isso, a Gazprom planeja uma manutenção no gasoduto Nord Stream 1 ainda esta semana. O Nord Stream 1 liga a Rússia e a Alemanha através do Mar Báltico. Atualmente, o gasoduto Nord Stream 1 está operando com 20%  de sua capacidade, devido à guerra da Ucrânia.

A interrupção levantou suspeita em algumas autoridades europeias. O temor é que a Rússia esteja reduzindo a oferta para pressionar as nações ocidentais que se opõem à invasão da Ucrânia. Moscou nega.

 

PODER 360