O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Região Metropolitana de João Pessoa subiu em agosto deste ano comparado ao mês anterior. O dado registrou alta de 1,90%, passando de 109,46 pontos em julho para 111,54 pontos neste mês.

Os dados são do Instituto de Planejamento, Estatística e Desenvolvimento da Paraíba (Indep) da Fecomércio Paraíba. A escala de pontuação do ICC varia de 0 a 200 pontos, indicando otimismo do consumidor acima de cem pontos e pessimismo abaixo desse patamar.

“Esta expansão da confiança do consumidor foi influenciada, em parte, pelos saques extraordinários das contas do FGTS e pelos pagamentos do Auxílio Brasil que aliviam o orçamento familiar”, explicou o Presidente da Fecomércio Paraíba, Marconi Medeiros.

Na comparação anual, agosto deste ano com agosto de 2021, o ICC teve uma retração de 1,48%, caindo de 113,57 para 111,54 pontos neste mesmo período.

Na avaliação por gênero, as mulheres foram as que mais aumentaram a confiança, com uma expansão de 1,90%, atingindo 111,06 pontos neste mês. Com os homens, a alta foi de 1,81%, registrando 112,04 pontos.

Em relação ao estado civil, a maior alta foi registrada entre os divorciados, com 2,61%. Em relação à escolaridade, os consumidores que possuem ensino fundamental completo registraram a maior elevação, com 2,70%.

Já na análise por renda, a maior alta foi de 3,01% registrada pelos que ganham até dois salários mínimos. E por faixa etária, o maior acréscimo foi entre os consumidores entre 48 e 58 anos (2,83%).

Condições atuais e expectativa do consumidor

O Índice de Confiança do Consumidor é composto por dois subindicadores: o Índice das Condições Econômicas Atuais (ICEA), que apura a confiança do consumidor em relação à sua situação atual, e o Índice de Expectativa do Consumidor (IEC), que mede o sentimento do consumidor em relação à sua situação futura.

Em agosto de 2022, tanto o ICEA quanto o IEC registraram expansão, com taxas de 2,53% e 1,33%, respectivamente.

 

Portal Correio