Epitácio Pessoa foi presidente e dá nome a principal avenida da Paraíba, localizada em João Pessoa. Ele participou da primeira transmissão de rádio no país. (Foto: reprodução)

Esta quarta-feira não é apenas comemorado os 200 anos de independência do Brasil de Portugal. A data também marca o centenário da primeira transmissão de rádio feita por meio de uma estação instalada no país. Ela estava localizada no Rio de Janeiro, então capital do Brasil e ecoou a voz do paraibano Epitácio Pessoa para milhares de cariocas.

Epitácio era presidente do Brasil e realizou um discurso na praça XV.  Alguns poucos habitantes do Rio de Janeiro também tiveram oportunidade de ouvir, logo após, uma ópera de Carlos Gomes, transmitida do Theatro Municipal. Naquela época, existiam apenas 80 receptores do sinal da rádio, a invenção que transformou as relações sociais brasileiras dali em diante.

No ano seguinte, Edgard Roquette-Pinto deu início à Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, a partir de um transmissor instalado na Escola Politécnica. Com vocação popular, o rádio se transformou em um veículo de entretenimento, cultura, informação e prestação de serviço, sendo um dos principais meios de comunicação no país até o surgimento da televisão, nos anos 1950.

As ondas do rádio alcançavam as periferias do Brasil, especialmente em locais onde a televisão parecia uma realidade ainda distante devido aos altos custos dos aparelhos. De radionovelas aos noticiários, a programação variada buscava divertir e informar os brasileiros.

ClickPB