O novo boletim de casos de varíola dos macacos, emitido na noite de ontem (7) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB), registrou onze novos casos suspeitos de monkeypox no estado. De acordo com a secretaria, agora são 74 casos suspeitos. No boletim do dia anterior existiam 63 pessoas com suspeitas.

Em relação ao número de casos confirmados não houve acréscimo. Até o momento foram confirmados 24 casos em João Pessoa, três casos no vizinho município de Cabedelo, um caso em Campina Grande, um caso em Patos e outro em São Bento. Também há um caso considerado como provável na capital.

Os municípios com casos em investigação são 23: Aguiar (1), Areia (3), Barra de Santana (1), Bayeux (4), Boa Ventura (1), Cabedelo (3), Cajazeiras (5), Campina Grande (4), Conde (1), Coxixola (1), Itatuba (1), João Pessoa (36), Lucena (1), Mamanguape (1), Pombal (2), Prata (1), Princesa Isabel (1), Quixabá (1), Remígio (1), Riachão do Bacamarte (1), Sapé (2), Serra Redonda (1), Umbuzeiro (1).

Sintomas

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os sintomas mais comuns nos casos de varíola dos macacos são: febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão. Geralmente, há fases com início de febre de 1 a 3 dias, com surgimento de erupções.

A Monkeypox é autolimitada, mas pode ser grave em alguns grupos, como: crianças, gestantes ou imunossuprimidos.

 

Joaquim Neto