Vacinação de crianças contra a covid-19 na UBS 5 de Taguatinga Sul

Ministério da Saúde liberou nesta quinta-feira, 13, o uso da vacina da Pfizer, contra Covid-19, em crianças a partir de seis meses até quatro anos que tenham comorbidades. No entanto, a liberação da vacina para outros públicos vai passar por avaliação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia (Conitec) no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a pasta, a decisão está de acordo com o fim da Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (Espin). Inclusive, a Saúde disse que todas as orientações para a vacinação deste público serão publicadas em nota técnica. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em setembro, já havia aprovado a ampliação do uso da vacina para essa faixa-etária. Na época, de acordo com a agência regulatória, o imunizante se mostrou seguro e eficaz para o grupo. “A avaliação da agência teve início em 1º de agosto, e contou com avaliação criteriosa da área técnica com a celeridade requerida. Para vacina registradas, a decisão da ampliação de indicação de uso ou faixa etária é da área técnica. Somente produtos em uso emergencial precisam de deliberação das diretorias”, informou em nota.

 

Jovem Pan