Governador reeleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha RENATO ALVES/AGÊNCIA BRASÍLIA - ARQUIVO

O governador reeleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), afirmou nesta segunda-feira (17) que o PT destruiu o Brasil e que, em eventual vitória do partido no segundo turno da disputa presidencial, o país não vai crescer.

“Não adianta a gente pensar que esse país vai crescer na mão do PT. O PT destruiu esse país, destruiu as alegrias que esse país tinha”, afirmou Ibaneis durante agenda no DF.

O governador destacou que, com Jair Bolsonaro (PL), o Brasil possui um governo de responsabilidade. “Nós tivemos um governo agora de responsabilidade, um governo que passou por uma pandemia muito difícil, mas que conseguiu vencer e deixar todos os empresários felizes”, disse.

Eleição

Ibaneis comemorou a reeleição em primeiro turno, ocorrido em 2 de outubro. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o governador recebeu 50,3% (832.633) dos votos.

“Ganhamos a eleição graças a força do empresariado do Distrito Federal, das pessoas com responsabilidade nessa cidade, que quiseram manter esse projeto de um Distrito Federal cada vez melhor”, afirmou.

“E nós ficamos muito felizes quando nós vimos as urnas do Distrito Federal colocarem o presidente Bolsonaro em primeiro lugar na cidade. Isso é sinal de união, é sinal de força, sinal de trabalho. Trabalho que continuamos na luta.”

Na capital federal, Bolsonaro recebeu 51,65% (910.397) dos votos, enquanto Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato do PT à Presidência, teve 36,85% (649.534) dos votos.

 

r7