O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), disse que a nova Proposta de Emenda à Constituição (PEC) não inviabiliza sua candidatura à reeleição da Casa. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (18), ele disse que a proibição é para terceiro mandato que ficará inviabilizado.

Como acompanhou o ClickPB, ele reforçou a vontade de sua recondução para o cargo máximo da mesa diretora da Casa de Epitácio Pessoa. “Nós temos uma decisão do Supremo e iremos segui-la. Agora vai proibir o terceiro mandato, vai ficar parecido com o prefeito. Antigamente tinha a possibilidade de três a quatro mandatos, agora nós estamos adaptando. Essa lei não proíbe. ela clareia a possibilidade de eu ser presidente”, destacou.

“Existe ainda uma discussão pois do jeito que está aí, que o Supremo determinou existe diversas interpretações. Existe outra interpretação de quem já está, só poder uma  vez. Essa discussão ainda vai ser pacificada e regrada pelo Supremo. Não pode emendar o terceiro mandado, consecutivo. Tem que ser só dois mandatos”, reforçou.

Ainda segundo ele, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) foi protocolada no último dia 10 e segue em tramitação na casa. “Isso só volta no final de novembro e começo de dezembro. A PEC tem uma tramitação própria”, reforçou.

ClickPB