O candidato a governador da Paraíba, Pedro Cunha Lima (PSDB), comentou sobre a possibilidade de privatizar a Cagepa (Companhia de Água e Esgoto da Paraíba). Em sabatina no programa Arapuan Verdade, nesta quarta-feira (26), Pedro disse: “não sou obcecado por privatizar. Eu quero resultado. Também não descarto.”

Questionado sobre a falta de saneamento básico em Bayeux, sede do Aeroporto Castro Pinto, que recebe turistas vindos à Paraíba, Pedro disse que cobrará eficiência da Cagepa, caso seja eleito, e levantou o tema da privatização.

“Cobrar eficiência da Cagepa. Isso é fundamental. Tem que ter eficiência. ‘Ah, Pedro, você vai privatizar a Cagepa.’ Não sei. Não sou obcecado por privatizar. Eu quero resultado. Também não descarto. Se for o melhor caminho, tá aqui alguém com coragem para poder fazer o que precisa ser feito. O que eu não admito, eu tenho obsessão por resultado, eu não admito que entra ano e sai ano e as pessoas continuam sem saneamento básico”, declarou Pedro Cunha Lima, ao Arapuan Verdade, conforme apurou o ClickPB.

E mencionou a possibilidade de haver uma separação de tarefas, com a Cagepa concentrada na “parte ambiental” e uma empresa responsável por distribuir a água. “Tem um modelo, que eu acho muito interessante e que a Cagepa não precisa ser privatizada, mas que ela fica concentrada na parte ambiental: cuida dos reservatórios, cuida do tratamento do esgoto”, disse Pedro, apontando que a distribuição ficaria sob a gerência de uma empresa contratada.”

 

Lucas Isídio