O radialista Rodrigo Mesquita, da rádio Cultura FM de Guarabira, trouxe a informação de que a Prefeita de Duas Estradas, Joyce Renally, acertou em cheio na troca da direção escolar da Escola Cidadã Integral Sagrado Coração de Jesus, no mesmo município.

No comentário do radialista, a ex-diretora da escola não vinha fazendo uma boa gestão escolar, pois segundo informações que chegaram para ele, alguns colaboradores da escola, assim como os alunos, além de boa parte da população, reprovaram a administração de Fernanda Matias sob o comando da escola estadual.

Após a exoneração (demissão) de Fernanda, publicada no diário oficial do estado da Paraíba, algumas horas depois, o presidente da câmara municipal, Carlinhos Filho, que é filho do esposo da ex-diretora, assim como vereadores da oposição de Duas Estradas, publicaram uma foto aderindo ao projeto do candidato ao governo do estado Pedro Cunha Lima.

Vale ressaltar que Carlinhos era quem “comandava” os cargos da escola estadual, e por ser esposo da ex-diretora, a indicou ao governo como Coordenadora Pedagógica, e que ainda tinha Eliane Ferreira como Diretora daquele espaço educacional. Meses depois, Eliane Ferreira foi exonerada do cargo de Diretora da Escola Sagrado Coração de Jesus, vindo a substituí-la Fernanda Matias.

Agora, Eliane Ferreira volta à direção da Escola Cidadã Integral Sagrado Coração de Jesus, onde foi diretora por muito tempo, fazendo um trabalho técnico educacional e pedagógico de qualidade.

Alunos, ex alunos, colaboradores e pais de alunos comemoraram a publicação do diário oficial da volta de Eliane, que por muito tempo fez um excelente trabalho na escola, vindo a ser bastante elogiada na Secretaria de Educação do Estado da Paraíba pelos seus trabalhos à frente da instituição de ensino.

Segundo informações, haverão novas trocas por parte dos cargos do estado no município de Duas Estradas. A intenção é deixar os ambientes de trabalho com pessoas responsáveis, sem perseguição interna, sem o autoritarismo e sem a regra de impor, garantindo assim, o bom funcionamento do órgão público.

Abaixo, segue alguns prints de redes sociais de algumas pessoas falando sobre o caso: