O governador reeleito João Azevedo (foto) apoiou Lula (PT) na disputa pelo Planalto

Com 97,19% das urnas apuradas até 18:50 deste domingo (30.out.2022), João Azevedo (PSB) foi reeleito governador do Estado da Paraíba no 2º turno das eleições. Ele teve 52,33% dos votos válidos e governará o 13º maior colégio eleitoral do país por mais 4 anos.

Pedro Cunha Lima (PSDB), adversário direto de João Azevedo durante toda a campanha no Estado, teve 1.079.450 dos votos, ou seja, 47,67% dos válidos. João Azevedo teve 1.184.799 dos votos (52,33%).

A vitória de João Azevedo confirmou a preferência do eleitorado no Estado que já tinha sido demonstrada no 1º turno. Ao fim da 1ª etapa da eleição, ele ficou à frente com 39,65% dos votos válidos, enquanto Pedro Cunha Lima teve 23,90%.

O resultado também confirmou as pesquisas eleitorais, que indicavam a vitória de Azevedo no 2º turno das eleições gerais, como mostrou o Agregador de Pesquisas do Poder360.

CAMPANHA EM PB

Durante a campanha pelo governo da Paraíba, João Azevedo teve como seu principal adversário o tucano Pedro Cunha Lima. O governador reeleito apoiou e fez palanque para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa nacional.

No 1º turno, a corrida eleitoral foi marcada pela estabilidade de João Azevedo em 1º lugar nas pesquisas eleitorais, enquanto Pedro Cunha Lima oscilou entre o 2º e o 3º lugar.

Já na 2ª etapa da eleição na Paraíba, os candidatos se voltaram para questões que afetam a população paraibana, como a transposição do rio São Francisco e a segurança pública.

Durante a campanha eleitoral, Pedro Cunha Lima propôs a abertura de 5 novos restaurantes populares no Estado e zerar o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de empresas que faturam até R$ 150 mil ao ano.

Já João Azevedo defendeu o aumento de investimento na infraestrutura estadual e mencionou projetos implementados em seu 1º mandato como governador da Paraíba, como o “Tá na Mesa”, que distribui refeições a R$ 1. Eis a íntegra do plano de governo de João Azevedo (352 KB).

Em relação ao cenário nacional, João Azevedo se utilizou do nome de Lula para a disputa. O candidato à Presidência participou de peças publicitárias do governador reeleito e declarou apoio a Azevedo durante o 2º turno para as eleições na Paraíba.

Pedro Cunha Lima, por sua vez, não declarou apoio a nenhum dos candidatos à Presidência no 2º turno, mas recebeu apoio tanto do ex-candidato ao governo da Paraíba Veneziano Vital do Rêgo (MDB), que apoiou Lula, quanto do senador eleito Efraim Filho (União Brasil), que defendeu a candidatura de Jair Bolsonaro (PL).

JOÃO AZEVEDO

João Azevedo enfrentou sua 2ª disputa pelo governo do Estado. Em sua carreira política, essa foi sua 3ª eleição e buscou a sua 3ª vitória. Antes, foi deputado federal por 2 mandatos (2015-2022).

Ele nasceu na cidade de João Pessoa e tem 69 anos. É casado e formado em engenharia civil pela UFPB (Universidade Federal da Paraíba). Azevedo já foi secretário de Infraestrutura de João Pessoa e ocupou a Secretaria de Estado da Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia.

Durante seu 1º mandato como governador, o político defendeu melhorias na saúde pública do Estado, com obras no Hospital da Mulher, e investimentos no segmento cultural da capital paraibana. Sua gestão ficou marcada pelo programa “Integra Paraíba”, que disponibilizou sistemas de informatização e tecnologia para todos os municípios do Estado.

 

Poder 360