Reprodução

Em documentos enviados à comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos, Elon Musk anunciou que agora é o único diretor do Twitter como resultado do acordo de compra.

Ele demitiu na semana passada vários chefes do alto escalão. Mas disse que a dissolução do quadro diretório da empresa é temporária, sem dar detalhes.

Os funcionários do Twitter andam preocupados diante de rumores de que Musk pode anunciar suspensões temporárias de contrato — os chamados layoffs — a qualquer momento.

Musk e seus assessores também já criaram uma equipe para revisar o sistema de verificações de usuários do Twitter. A empresa pode começar a cobrar pelo menos US$ 20 por mês para que os usuários verificados mantenham esse status, que garante a autenticidade do usuário.

Musk afirma que essa cobrança é uma maneira de restringir a ação de robôs na rede, além de reconhecer que a empresa não consegue pagar as contas apenas com receita de publicidade.

Elon Musk chegou com um discurso de defender a liberdade de expressão na plataforma. Então, muita coisa ainda pode mudar na gestão do Twitter.

 

Bom Dia Brasil