O bispo Edir Macedo, presidente da Igreja Universal do Reino de Deus, sugeriu, em um vídeo publicado nesta quinta-feira (3/10), que os brasileiros devem perdoar o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Macedo, que é apoiador de Jair Bolsonaro (PL), começou a filmagem mencionando um episódio que viveu com uma fiel. Ele narra que ela, orando, disse que perdoava Lula e “todo o mal que ele fez para o Brasil”.

“Ela orou, ela ficou livre, liberta. Foi maravilhoso. Você também não deve guardar qualquer ressentimento”, pontuou o bispo.

O presidente da Universal assegurou que orou pela vitória do aliado, Jair Bolsonaro, mas no fim, “Deus fez a vontade dele.”

“A escolha foi da maioria que votou. Então, não podemos ficar com mágoa porque é isso que o diabo quer”, disse. “Bola para frente, vamos olhar para a frente.”

Ele continua a fala, pedindo aos fiéis que não guardem mágoas: “O diabo quer que o Brasil fique com ódio do Lula, mas ele ganhou e acabou. Ele, supostamente, ganhou segundo a vontade de Deus. Vamos tocar nosso barco, o sentimento de mágoa só faz destruir. Como você pode perdoar? Ora pela pessoa que magoou você”, disse o bispo.

Metrópoles