A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Paraíba, Milka Rêgo, em entrevista ao ClickPB, nesta sexta-feira (4), disse que acredita no cumprimento da promessa de campanha feita pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o pagamento do piso salarial da enfermagem no ano que vem.

“Lula comprometeu-se a fazer respeitar o Piso Salarial da Enfermagem”, destacou ao reforçar que o petista garantiu um projeto de governo com prioridade na saúde pública, “Lula tem um compromisso em viabilizar o piso da enfermagem, tanto é que está nas prioridades da equipe econômica da transição. Além da realização de concursos públicos, fortalecer o SUS e o controle social, restabelecer a Mesa de Negociação Permanente do SUS”, disse Milka ao ClickPB.

Além da confiança em relação ao Governo Federal, Milka também mostrou segurança enquanto expectativa de cumprimento do Governo Estadual. Ela disse que João Azevêdo garantiu o pagamento e a revisão de outros direitos. Segundo ela, de acordo com o compromisso assinado com o governador eleito, se for cumprido, a partir de janeiro, a categoria passa a receber os novos salários.

“Em relação ao governo estadual tem um compromisso assinado pelo governador em vários pontos. Pagar o piso da enfermagem independente do STF. Retomar a mesa de negociação para atualização do PCCR: insalubridade, o descongelamento, pagamento do adicional de insalubridade”, avaliou.

A lei que criou o piso salarial ordenou que um enfermeiro ganhe, pelo menos, R$ 4.750 por mês. Os técnicos em enfermagem receberiam 70% disso, ou R$ 3.325 por mês. Auxiliares de enfermagem e parteiras, 50%, ou seja, R$ 2.375 mensais.

 

ClickPB