Pedro rouba a cena com três gols, e Flamengo assume a liderança do Carioca ao vencer o Bangu

Flamengo não encontra dificuldades diante de um frágil Bangu, em noite de Pedro para os rubro-negros sergipanos

O Flamengo venceu o Bangu por 3 a 0 nesta quinta-feira (15), em jogo válido pela oitava rodada da Taça Guanabara. Pedro marcou os três gols rubro-negros, em mistura de grandes jogadas individuais, muita precisão e um toque de sorte. A equipe de Tite teve dificuldades com a marcação do “Castor” nos minutos iniciais, mas soube imprimir o ritmo para despachar o Alvirrubro.

O triunfo também foi um prêmio para os torcedores do Flamengo. Depois de visitar Manaus, João Pessoa, Natal e Belém, a última parada do clube na turnê pelo Brasil foi em Aracaju, Sergipe. Os rubro-negros lotaram as arquibancadas da Arena Baptistão: público superior a 16 mil presentes, e uma renda recorde para o futebol sergipano.

Abriu a porteira, está feito

Os primeiros instantes de Flamengo e Bangu foram muito estudados. Diante da proposta de jogo do Alvirrubro, que era de se defender a todos os custos, o Rubro-Negro trocou passes e aguardou pelas aberturas. Por isso mesmo o torcedor presente no Baptistão deu uma bocejada, já que a equipe de Tite não conseguia furar o bloqueio. Só aconteceu depois de 25 minutos, quando Ayrton Lucas teve calma na saída para acionar Arrascaeta, o uruguaio lançou Pedro em condições, e o centroavante mostrou todo seu talento para limpar a zaga e marcar.

Depois do gol, o jogo mudou totalmente de figura. Não apenas por ter sentido a falha, o Bangu cansou e deu muito campo ao Flamengo para definir. Os comandados por Tite empilharam oportunidades — só Pedro teve mais três finalizações perigosas —, mas não conseguiram colocar a bola na rede para ampliar o placar. Pelo menos a intensidade melhorou.

O Alvirrubro, mandante na partida, só teve uma oportunidade real, com o atacante Anderson Lessa. A principal referência do Bangu recebeu na frente, driblou Ayrton Lucas com facilidade e finalizou para excelente defesa de Rossi, embora o lance tenha sido impugnado, em primeira instância, por impedimento. Faltou muito para que incomodasse o Flamengo.

Pedro é o senhor da noite

O Bangu até começou assustando a meta defendida por Rossi, mas os cinco minutos iniciais foram os melhores do Alvirrubro no segundo tempo. Pedro, destaque absoluto do Flamengo na partida, deixou sua marca novamente, ainda que o brilho da jogada tenha passado a Igor Jesus. O jovem volante, recebendo uma oportunidade entre os titulares, desarmou bem e armou, de quebra, o lance do gol.

O segundo gol fez murchar o ímpeto do Bangu, e o Flamengo aproveitou para aprontar mais chances. O goleiro Gabriel Leite foi salvando o Alvirrubro, como em finalizações de Luiz Araújo, Bruno Henrique, que entrou no segundo tempo, e Igor Jesus, até que Pedro completou seu hat-trick. Boa cobrança de escanteio de Arrascaeta, Fabrício Bruno testou firme para a defesa do goleiro, que não conseguiu evitar o rebote.

Com o adversário ainda mais fragilizado, o Flamengo continuou tentando o gol, comandado pelos atletas que entraram no segundo tempo. Gabigol, Bruno Henrique e Victor Hugo, por exemplo, querem mostrar serviço para voltarem a brigar pela titularidade na equipe de Tite. A sorte, e o goleiro Gabriel Leite, evitaram que o Rubro-Negro pudesse ampliar e, no fim, terminou no 3 a 0.

Líder no saldo

O resultado colocou o Flamengo na liderança da Taça Guanabara, com 18 pontos, com ultrapassagem sobre o Fluminense no saldo de gols: 13 a 9. O próximo compromisso do Rubro-Negro será na terça-feira (20), às 21h30 (de Brasília), diante do Boavista, pela nona rodada do Estadual. Depois de jogar mais uma vez fora do Rio de Janeiro, a quarta no total, a equipe de Tite retornará ao Maracanã.

Por Trivela