Vasco é mais efetivo e vence o Botafogo, de virada, em confronto direto pelo Carioca

0
6

Depois de sair perdendo, o Vasco fez um ótimo segundo tempo e conseguiu vencer o Botafogo, em pleno Nilton Santos, em clássico que valia vaga no G-4 da Taça Guanabara

Em um clássico emocionante e muito disputado do começo ao fim, o Vasco levou a melhor sobre o Botafogo, de virada, nesta domingo (18), em pleno Nilton Santos, pelo Campeonato Carioca. Em confronto direto por vaga no G-4 da Taça Guanabara, o Cruz-Maltino saiu atrás, mas mostrou vontade e autoridade para buscar a vitória por 4 a 2. Vegetti, duas vezes, Galdames e Lucas Piton marcaram para o Vasco, enquanto Eduardo marcou os dois do Botafogo.

Com a vitória, o Vasco ultrapassou o próprio Botafogo na tabela da Taça Guanabara e, agora, é o terceiro colocado, com 16 pontos. Já o Glorioso ficou nos 14 e é quinto colocado.

Como foi a vitória do Vasco sobre o Botafogo

Apesar da expectativa de que pudesse poupar o time de olho na estreia pela Copa Libertadores, no meio de semana, o técnico Tiago Nunes escalou o Botafogo com força máxima para o clássico deste domingo. E, ao menos no começo da partida, a estratégia se mostrou acertada. O Glorioso foi superior ao Vasco desde os minutos iniciais de jogo e até chegou a colocar uma bola na rede logo aos 2′, com Victor Sá, mas o gol acabou anulado pelo VAR por um impedimento polêmico e milimétrico do atacante botafoguense.

Com uma atuação que lembrou os melhores momentos do Botafogo de 2023, o time da casa pressionava o Vasco e apostava nas transições rápidas para chegar ao ataque. Com Victor Sá inspirado e levando a melhor sobre Paulo Henrique e Rojas, além de ter Eduardo e Tchê Tchê aparecendo muito bem no ataque, o Glorioso conseguiu criar chances, mas pecava nas finalizações das jogadas, enquanto o Vasco tinha dificuldades para sair jogando e criar oportunidades. Apostando nas jogadas pelo lado direito e centralizando na entrada da área para Payet e David, o Cruz-Maltino pouco conseguia fazer, principalmente pela marcação sobre o francês.

E foi em uma recuperação de bola ainda no campo de defesa que o Botafogo conseguiu abrir o placar. Aos 20′, Tchê Tchê iniciou a jogada no meio, Eduardo tabelou com Tiquinho Soares na entrada da área e, com muita liberdade, o meia finalizou com categoria, sem chances para Léo Jardim.

Voltando a insistir nas jogadas com Payet, que já havia deixando Vegetti na frente de Gatito Fernández, o francês dessa vez deu um belo passes para Galdames. O chileno finalizou em cima do goleiro, mas ficou com o rebote e só empurrou para as redes para empatar a partida aos 28′. Na reta final da primeira etapa, o jogo ficou muito disputado, com os dois clubes tentando criar oportunidades, mas sem conseguirem assustar os goleiros adversários. Pelo Botafogo, Tiquinho teve uma boa chances, mas foi travado por Maicon no momento da finalização dentro da área.

Vasco domina segundo tempo e vira o placar

Depois de demorar para entrar no jogo na etapa inicial, o Vasco voltou com mais intensidade para o segundo tempo e logo com um minuto conseguiu a virada. Lucas Piton recebeu um belo lançamento pela esquerda, tabelou com David, invadiu a área e finalizou de bico, no canto esquerdo de Gatito Fernández. O Botafogo até respondeu em seguida, com bom chute de Savarino de fora da área, que parou em grande defesa de Léo Jardim, e com uma boa jogada de Damián Suárez, que foi travado por Rojas. Mas, depois disso, o Cruz-Maltino voltou a dominar a partida, mesmo com menos posse de bola.

Aos 20′, Paulo Henrique aproveitou erro bizarro de Hugo e ia sair na frente do lateral, mas foi derrubado pelo adversário e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Vegetti marcou o seu primeiro gol no ano e comemorou com o famoso “sai, zica”. E a má fase parece ter passado mesmo. Aos 37′ o atacante recebeu de Puma Rodríguez e desviou no travessão. Dessa vez, ele contou com a sorte e a bola bateu nas costas de Gatito Fernández e entrou no gol para o Vasco fazer 4 a 1.

 

O Botafogo pressionou no fim e abusou dos chutes de fora da área. Em um deles, Léo Jardim fez grande defesa e espalmou para escanteio. Na confiança, após tentativa de corte da zaga do Vasco, Eduardo fez um golaço de bicicleta, descontando o placar em grande estilo. Mas foi pouco para o Botafogo, que viu o Vasco comemorar a vitória na sua própria casa e ainda foi ultrapassado pelo rival na tabela da Taça Guanabara.

Próximos jogos do Botafogo

  • Aurora-BOL x Botafogo – Copa Libertadores – quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 – 21h30 (horário de Brasília); Transmissão: ESPN (TV fechada) e Star+ (streaming);
  • Audax x Botafogo – Campeonato Carioca – sábado, 24 de fevereiro de 2024 – 16h (horário de Brasília);
  • Botafogo x Aurora-BOL – Copa Libertadores – quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 – 21h30 (horário de Brasília); Transmissão: ESPN (TV fechada) e Star+ (streaming);

Próximos jogos do Vasco

  • Vasco x Volta Redonda – Campeonato Carioca – sábado, 24 de fevereiro de 2024, 17h30 (horário de Brasília); Transmissão: SBT (TV aberta), Sportv (TV fechada), CazéTV (streaming) e Premiere (pay-per-view);
  • Marcílio Dias x Vasco – Copa do Brasil – terça-feira, 27 de fevereiro de 2024, 19h30 (horário de Brasília); Transmissão: A definir;
  • Vasco x Portuguesa – Campeonato Carioca – A definir; Transmissão: SBT (TV aberta), Sportv (TV fechada), CazéTV (streaming) e Premiere (pay-per-view);

Por Trivela

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui