Daniel Alves é condenado a quatro anos e seis meses de prisão

0
3

Convocado pela juíza Isabel Delgado, responsável pelo caso, Daniel Alves compareceu ao tribunal de Barcelona nesta quinta-feira (22), chegando por volta das 10h (6h no horário de Brasília)

Cerca de 14 meses após as alegações de estupro contra Daniel Alves, o Tribunal Provincial de Barcelona anunciou nesta quinta-feira que o lateral-direito brasileiro enfrentará uma pena de prisão de quatro anos e seis meses, conforme relato do Mundo Deportivo.

O jogador de 40 anos compareceu à 21ª seção do tribunal em relação ao caso datado de dezembro de 2022, quando foi acusado de estuprar uma mulher em um banheiro da boate Sutton. A sentença foi proferida nesta quinta-feira.

Enquanto o Ministério Público buscava uma pena de nove anos de prisão para Daniel Alves, a acusação liderada pela advogada Ester García insistiu em uma condenação de 12 anos de prisão, além da mesma indenização solicitada pelo Ministério Público, no valor de 150 mil euros.

Ao longo dos últimos meses, o ex-jogador da seleção brasileira apresentou várias versões, entre pedidos de desculpas e justificativas de que o ocorrido foi consensual. No entanto, ele não escapou da condenação, enfrentando diversos testemunhos e até imagens de câmeras de vigilância que o incriminaram.

O julgamento de Alves, que durou três dias e concluiu em 7 de fevereiro, contou com o depoimento emocional do jogador, onde ele negou a acusação de agressão sexual, afirmando que a relação com a denunciante foi consensual.

NOTÍCIAS AO MINUTO BRASIL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui