Oposição protocola pedido de impeachment de Lula por ligar ação de Israel a Holocausto; veja lista

A oposição ao governo protocolou o pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Câmara. O requerimento, com 139 assinaturas, está na mesa de Arthur Lira (PP-AL), presidente da Casa, desde a noite de quinta-feira, 22. Encabeçado pela deputada Carla Zambelli (PL-SP), o requerimento deve passar por um aditamento para inclusão de mais cinco nomes.

O requerimento possui 49 páginas e afirma que o presidente da República cometeu “ato de hostilidade contra Israel” por meio de “declarações de cunho antissemita”. No último domingo, 18, Lula comparou a incursão de Israel na Faixa de Gaza com o extermínio de judeus promovido pela Alemanha nazista.

A declaração de Lula gerou uma crise diplomática, fator elencado pelos autores do pedido. Segundo os parlamentares, o chefe do Executivo teria comprometido as relações comerciais entre Brasil e Israel e a neutralidade brasileira, crimes de responsabilidade tipificados pela Lei do Impeachment.

Por erro técnico no protocolo do pedido, o requerimento que chegou na mesa de Lira abriga 139 assinaturas, sem acumular todos os signatários da medida, segundo Zambelli. Nesta segunda-feira, 26, será feito um aditamento para a inclusão das assinaturas dos deputados Pedro Lupion (PP-PR), Giacobo (PL-PR), Sargento Portugal (Podemos-RJ), Alex Santana (Republicanos-BA) e Lúcio Mosquini (MDB-RO).

Zambelli quer incluir também a alegação de que Lula “procedeu de modo incompatível com o decoro do cargo”, outro argumento para fundamentar o impedimento do presidente da República. A deputada afirmou que será realizado na semana que vem uma solenidade para o anúncio oficial da iniciativa.

‘Superpoder’ de Lira
O pedido, a partir de agora, depende exclusivamente de Arthur Lira para avançar. Segundo Flávio de Leão Bastos, doutor em Direito Constitucional e professor universitário do Mackenzie, o número absoluto de assinaturas no requerimento, em si, “não é tão importante”, apesar de indicarem mobilização política.

No fim das contas, como ocorre a partir desta etapa, a abertura do processo de impeachment compete unicamente a Lira, “havendo 50, cem ou mil assinaturas”, explica o professor. “É um poder exclusivo, um ‘superpoder’, como alguns denominam, do presidente da Casa”, disse Leão Bastos.

Zambelli quer que um terço da Câmara assine o pedido

Zambelli afirmou por meio das redes sociais que espera contar com mais adesões no requerimento. “Se Deus quiser vamos chegar a 171, que é um terço da Câmara, um número bastante expressivo”, disse a deputada no X (antigo Twitter).

A maior parte dos deputados que aderiram ao pedido de impeachment é filiada ao PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro e principal legenda de oposição ao governo Lula. Mas até parlamentares de siglas que integram a base governista, como União Brasil, PSD e MDB, constam entre os apoiadores do requerimento. Isso ocorre pois os partidos integram ministérios do governo federal, mas os deputados, a nível individual, atuam na oposição a Lula.

Confira a lista divulgada pelo oposição dos apoiadores do impeachment
Abilio (PL-MT)
Adilson Barroso (PL-SP)
Adriana Ventura (Novo-SP)
Afonso Hamm (PP-RS)
Alberto Fraga (PL-DF)
Alfredo Gaspar (União Brasil-AL)
Amália Barros (PL-MT)
Amaro Neto (Republicanos-ES)
Ana Paula Leão (PP-MG)
André Fernandes (PL-CE)
André Ferreira (PL-PE)
Any Ortiz (Cidadania-RS)
Bia Kicis (PL-DF)
Bibo Nunes (PL-RS)
Cabo Gilberto Silva (PL-PB)
Capitão Alberto Neto (PL-AM)
Capitão Alden (PL-BA)
Capitão Augusto (PL-SP)
Carla Zambelli (PL-SP)
Carlos Jordy (PL-RJ)
Carlos Sampaio (PSDB-SP)
Carol de Toni (PL-SC)
Cel Chrisóstomo (PL-RO)
Chris Tonietto (PL-RJ)
Clarissa Tercio (PP-PE)
Coronel Assis (União Brasil-MT)
Coronel Fernanda (PL-MT)
Coronel Meira (PL-PE)
Coronel Telhada (PP-SP)
Coronel Ulysses (União Brasil-AC)
Covatti Filho (PP-RS)
Cristiane Lopes (União Brasil-RO)
Da Vitória (PP-ES)
Daniel Agrobom (PL-GO)
Daniel Freitas (PL-SC)
Daniel Trzeciak (PSDB-RS)
Daniela Reinehr (PL-SC)
Darci de Matos (PSD-SC)
Dayany Bittencourt (União Brasil-CE)
Delegada Ione (Avante-MG)
Delegado Caveira (PL-PA)
Delegado Éder Mauro (PL-PA)
Delegado Fabio Costa (PP-AL)
Delegado Palumbo (MDB-SP)
Diego Garcia (Republicanos-PR)
Dilceu Sperafico (PP-PR)
Domingos Sávio (PL-MG)
Dr Fernando Maximo (União Brasil-RO)
Dr Frederico (PRD-MG)
Dr. Jaziel (PL-CE)
Dr. Luiz Ovando (PP-MS)
Dr. Zacharias Calil (União Brasil-GO)
Eduardo Bolsonaro (PL-SP)
Eli Borges (PL-TO)
Emidinho Madeira (PL-MG)
Eros Biondini (PL-MG)
Evair Vieira de Melo (PP-ES)
Felipe Francischini (União-PR)
Felipe Saliba (PRD-MG)
Fernando Rodolfo (PL-PE)
Filipe Barros (PL-PR)
Filipe Martins (PL-TO)
Franciane Bayer (Republicanos-RS)
Fred Linhares (Republicanos-DF)
General Girão (PL-RN)
General Pazuello (PL-RJ)
Geovania de Sá (PSDB-SC)
Gerlen Diniz (PP-AC)
Gilson Marques (Novo-SC)
Gilvan da Federal (PL-ES)
Giovani Cherini (PL-RS)
Greyce Elias (Avante-MG)
Gustavo Gayer (PL-GO)
Hélio Lopes (PL-RJ)
Ismael dos Santos (PSD-SC)
Jefferson Campos (PL-SP)
Joaquim Passarinho (PL-PA)
José Medeiros (PL-MT)
Julia Zanatta (PL-SC)
Junio Amaral (PL-MG)
Kim Kataguiri (União Brasil-SP)
Lincoln Portela (PL-MG)
Lucas Redecker (PSDB-RS)
Luciano Galego (PL-MA)
Luiz Lima (PL-RJ)
Luiz Philippe (PL-SP)
Magda Mofatto (PL-GO)
Marcel Van Hattem (Novo-RS)
Marcelo Álvaro Antônio (PL-MG)
Marcelo Moraes (PL-RS)
Marcio Alvino (PL-SP)
Marco Brasil (PP-PR)
Marco Feliciano (PL-SP)
Marcos Pollon (PL-MS)
Mariana Carvalho (Republicanos-MA)
Mario Frias (PL-SP)
Mauricio Carvalho (União Brasil-RO)
Maurício Marcon (Podemos-RS)
Maurício Souza (PL-MG)
Mendonça Filho (União Brasil-PE)
Messias Donato (Republicanos)
Miguel Lombardi (PL-SP)
Nelsinho Padovani (União Brasil-PR)
Nicoletti (União Brasil-RR)
Nikolas Ferreira (PL-MG)
Osmar Terra (MDB-RS)
Pastor Diniz (União-RR)
Pastor Eurico (PL-PE)
Paulinho Freire (União Brasil-RN)
Paulo Bilynskyj (PL-SP)
Paulo Freire Costa (PL-SP)
Pedro Aihara (PRD-MG)
Pedro Westphalen (PP-RS)
Pezenti (MDB-PR)
Professor Alcides (PL-GO)
Ramagem (PL-RJ)
Reinhold Stephanes Jr. (PSD-PR)
Ricardo Salles (PL-SP)
Roberta Roma (PL-BA)
Roberto Duarte (Republicanos-AC)
Roberto Monteiro (PL-RJ)
Rodolfo Nogueira (PL-MS)
Rodrigo Valadares (União Brasil-SE)
Rosana Valle (PL-SP)
Rosangela Moro (União Brasil-SP)
Sanderson (PL-RS)
Sargento Fahur (PSD-PR)
Sargento Gonçalves (PL-RN)
Silvia Cristina (PL-RO)
Silvia Waiãpi (PL-AP)
Silvio Antonio (PL-MA)
Sostenes Cavalcante (PL-RJ)
Stefano Aguiar (PSD-MG)
Thiago Flores (MDB-RO)
Vermelho Maria (PL-PR)
Vicentinho Júnior (PP-TO)
Zé Trovão (PL-SC)
Zé Vitor (PL-MG)
Zucco (PL-RS)

terra