Chuvas acima da média fazem açudes sangrar no Cariri e Sertão da Paraíba

Dados contabilizados pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa-PB) apontam que cinco açudes estão sangrando, até esta quinta-feira (29), no Estado após o registros das fortes chuvas que atingem todas as regiões desde o início de janeiro.

De acordo com o órgão, os mananciais que superaram a média de capacidade do armazenamento são os seguintes:

  1. São José I, em São José de Piranhas – Sertão;
  2. Bartolomeu I, em Bonito de Santa Fé – Sertão;
  3. Vazante, em Diamante – Sertão;
  4. São José II, em Monteiro – Cariri;
  5. Poções, em Monteiro – Cariri.

“Desses cinco reservatórios, os reservatórios Poções e São José I estão sangrando desde o ano passado devido à transposição, e não às chuvas. E os reservatórios de Bonito, Vazante e São José II, que sangraram agora devido às chuvas, são reservatórios de pequeno a médio porte”, disse o presidente da Aesa, Porfírio Catão, ao Portal MaisPB.

Por outro lado, ainda segundo a Aesa, 79 reservatórios operam dentro da normalidade, 28 estão em observação e 23 em situação considerada crítica. No entanto, o presidente afirma que alguns não estão sendo utilizados para distribuição de água.

“A gente tem que entender que esses 23 reservatórios em situação crítica, alguns são de pequeno porte e já estão sendo substituídos por adutoras de outros reservatórios maiores. Então, estes reservatórios que estão em situação crítica, alguns deles, não estão sendo mais usado para abastecimento”, continuou Porfírio Catão.

 

MaisPB