Casal suspeito de comprar roupas para fugitivos de Mossoró é procurado pela polícia

Um homem e uma mulher são procurados pela polícia suspeitos de terem comprado roupas, em uma loja em Baraúna, para os fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró. Vídeos de câmeras de segurança mostram o casal comprando bermudas e camisetas, uma delas vermelha – mesma cor que os moradores disseram ter visto um dos fugitivos vestindo no último domingo (3).

Deibson Nascimento e Rogério Mendonça fugiram da penitenciária de segurança máxima no dia 14 de fevereiro. Foi a primeira fuga registrada no sistema prisional federal, criado em 2006. A força-tarefa entrou, nesta quarta-feira (6), no 22º dia de buscas pela dupla.

De acordo com as investigações, as roupas foram compradas pelo casal na manhã de sábado (17) e entregues no mesmo dia ao mecânico Ronaildo da Silva Fernandes, o “Galego” – dono do sítio em Baraúna onde os fugitivos ficaram escondidos por quase uma semana. Ronaildo, por sua vez, levou as roupas para os foragidos.

As investigações apontam que, após invadir uma casa na zona rural de Mossoró no dia 16, Deibson e Rogério fugiram em direção a Baraúna. Lá, eles ficaram escondidos em uma propriedade de Ronaildo do dia 17 – quarto dia de buscas – até o dia 23.

Em depoimento à polícia, Ronaildo disse que, sob ameaça, foi obrigado a levar comida diariamente para os fugitivos. O mecânico foi a quinta pessoa presa na operação em busca dos foragidos.

g1