Dedetizador é preso por furtar residências de luxo

Na tarde desta quarta-feira (07), os investigadores da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DCCPAT) prenderam, no bairro de Mandacaru, um homem de 46 anos em flagrante pela prática do crime de furto qualificado e residência à prisão.

O autuado já estava sendo investigado, em virtude de vários Boletins de Ocorrência de furto registrados em seu desfavor. De acordo com as denúncias, o acusado usava da condição profissional de ser dedetizador para subtrair joias, relógios, perfumes e dinheiro das casas dos clientes.

No momento da prisão, o investigado estava na posse de um par de brincos e um colar dourado, encontrados dentro de sua mochila. Em seguida, os investigadores foram até a residência dele, onde foram encontradas várias joias, semi-joias e perfumes, tendo parte desse material sido reconhecido por algumas vítimas como sendo os objetos furtados em suas residências.

Após a divulgação de sua prisão e apreensão dos objetos furtados, mais de seis vítimas compareceram à DCCPAT para reconhecerem o autuado e os seus pertences. O homem já tinha sido preso e processado pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica.