Professor vive momentos de terror após ser sequestrado e agredido na Grande JP

Um professor viveu momentos de terror na noite dessa quinta-feira (7), ao chegar em casa no Centro da cidade de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa. A vítima foi sequestrada, agredida e abandonada cerca de 15 quilômetros de sua residência.

De acordo com informações, por volta das 19h da noite a vítima estava chegando em casa com seu veículo quando foi surpreendido por três homens armados. Ele relatou que os suspeitos lhe obrigaram a entrar na sua residência e dentro do imóvel fizeram o ‘arrastão’.

Sob ameaças, a vítima foi obrigada a dirigir até a parte de trás da fábrica de cerâmica, ainda em Santa Rita. No local, um quarto suspeito em um carro já estava à espera. O veículo da vítima foi abandonado com as luzes ligadas e as portas abertas.

Da fábrica, os suspeitos levaram a vítima até a cidade de Pedras de Fogo, cerca de 40 quilômetros de Santa Rita. Durante o trajeto a vítima informou que foi agredida e os criminosos realizaram várias transferências Pix de suas contas bancárias para outras.

Horas depois os suspeitos abandonaram a vítima no bairro João Paulo II, em João Pessoa, uma distância de 50 quilômetros, partindo de Pedras de Fogo. Após abandonar a vítima em um local ermo, o homem caminhou até umas casas, pediu ajuda e os moradores pediram um uber até a sua residência em Santa Rita.

Ao mesmo tempo, em Santa Rita, as guarnições do 7º Batalhão receberam informações de que havia um carro abandonado com as luzes e portas abertas atrás de uma fábrica, além de que havia acontecido um roubo em uma residência no Centro da cidade.  Logo as viaturas foram destinadas para os locais com o objetivo averiguar as informações, que posteriormente foi constatado a veracidade dos fatos.

Quando a vítima chegou em sua casa, a vítima militar já estava no local. O homem passou tudo o que ocorreu às autoridades, porém até a publicação desta matéria ninguém havia sido preso.

Com Paraíba.com