PM usa arma como brinquedo sexual em vídeos vazados e tem licença cassada

Um policial militar de São Paulo cujo nome não foi divulgado teve o porte de armas cassado e é investigado pela corporação após ter vídeos íntimos vazados nos quais aparece usando uma arma como brinquedo sexual.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), a Polícia Militar identificou o agente que está nos vídeos.
“Uma apuração preliminar foi instaurada para investigar o uso indevido de equipamentos da corporação e as circunstâncias relativas aos fatos”, diz a nota da pasta.

Nos vídeos, é possível identificar que o PM está com ao menos outras duas pessoas em um quarto em meio a uma cena de sexo. Em determinando momento, ele usa o revólver com uma das pessoas, enquanto a terceira grava. Em outro registro, a arma aparece sendo carregada por uma delas até outro cômodo. O agente sorri para a câmera.

A SSP afirma que “as medidas cabíveis serão adotadas, conforme determinam a Lei e o regulamento disciplinar da instituição”.