PRF registra quase 1,1 mil infrações de trânsito durante Operação Semana Santa na Paraíba

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, durante Operação Semana Santa, 1.078 infrações de trânsito na Paraíba. A fiscalização mais ostensiva teve início na madrugada da última quinta-feira (28) e encerrou às 23h59 do domingo (31). A ação objetivou garantir a segurança durante o feriado.

De acordo com o órgão, durante o período houve diminuição no número de acidentes totais, inclusive graves e de pessoas feridas, em comparação com o  resultado do ano passado. Por outro lado, o que chamou a atenção foi a quantidade de infrações registradas, como por exemplo, 133 veículos autuados por ultrapassagens em locais proibidos e 97 pessoas pilotando motocicletas sem capacete.

Durante a operação, a PRF prendeu duas pessoas foram detidas por crimes de trânsito e outros três indivíduos por crimes diversos.

FISCALIZAÇÃO – Foram fiscalizadas durante todo o período da operação 1.293 pessoas e 1.047 veículos, além da realização de 844 testes de alcoolemia. A intensa fiscalização resultou em 103 veículos recolhidos por diversas irregularidades. Dois veículos com registro de roubo/furto também foram recuperados.

ACIDENTALIDADE – Comandos policiais foram realizados nas áreas mais propensas a ocorrerem acidentes, a ação resultou em expressivas reduções: 44% no número de acidentes totais, 17% no número de acidentes graves e 14% no número de pessoas feridas, se comparados a Operação Semana Santa realizada em 2023. Este ano, foram contabilizados um total de dez acidentes, cinco deles considerados graves, o que resultou em 14 pessoas feridas. As imprudências flagradas no trânsito e as tragédias são consequências diretas da irresponsabilidade dos motoristas. Infelizmente, três pessoas vieram a óbito em decorrência de acidentes de trânsito nas rodovias federais paraibanas.

INFRAÇÕES DE TRÂNSITO – Ao todo, foram registradas 1.078 infrações de trânsito durante o período da Operação. Desse total, chamou a atenção o número de pessoas flagradas realizando ultrapassagens em locais proibidos, sendo 133 veículos autuados nestas condições. Condutores e passageiros também insistiram em arriscar a vida sem os equipamentos de segurança, sendo 97 pessoas sem capacete, 35 sem cinto de segurança. Além disso, 15 pessoas foram flagradas dirigindo sob o efeito de álcool. Essas condutas colocam em risco não apenas os ocupantes do veículo, mas todos os demais usuários da rodovia.

CRIMINALIDADE – As ações de combate ao crime também foram intensificadas. Ao todo, duas pessoas foram detidas por crimes de trânsito e outros três indivíduos por crimes diversos.

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO – O reforço contou ainda com o aumento das ações e comandos educativos. Ao todo, 231 pessoas foram alcançadas pelas ações educativas realizadas em todo o estado a fim de conscientizar os usuários da rodovia do seu papel para a construção de um trânsito seguro.

ESCOLTA: A atuação da PRF vai além de realizar fiscalização de trânsito e combate a criminalidade. Foi realizada na tarde do último domingo (31), escolta de um fígado para transplante de Campina Grande para João Pessoa. A iniciativa é um exemplo vital de como a segurança rodoviária se entrelaça com a missão essencial de preservar vidas.