Coordenador de inteligência da PM promete resposta dura contra criminosos envolvidos em morte de sargento

O coordenador da inteligência da Polícia Militar da Paraíba, coronel Tibério, prometeu uma resposta dura contra criminosos envolvidos na morte do sargento Romário Cassiano, de 33 anos, morto ontem (4), em Bayeux, durante operação policial. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, o coronel se emocionou ao falar do companheiro de profissão.

“É uma pena! Estamos de luto. Era um grande profissional e um pai de família que deixa dois filhos. Continuaremos fazendo diligências e prisões e vamos dar as devidas respostas”.

O coordenador explicou sobre as prisões dos quatro primeiros suspeitos feitas horas após o crime. “Desde as primeiras horas que ocorreu esse fato estamos em diligência e conseguimos a prisão desses três. E na continuação das diligência conseguimos prender o quarto”, relatou.

Polícia prende 4º suspeito de envolvimento com a morte do Sargento Romário

Uma ação da Polícia Militar, por meio da 4ª Companhia Independente (CIPM) prendeu mais um acusado de envolvimento na morte do 3º Sargento Romário, ocorrida ontem (04) em uma comunidade no município de Bayeux.

De acordo com a PM, o acusado foi preso na madrugada desta sexta-feira (05) e encaminhado à Central de Polícia, na Cidade da Polícia Civil, no bairro do Geisel para os procedimentos cabíveis.

Como trouxe o ClickPB, ontem uma operação na comunidade Porto do Moinho, onde ocorreu o assassinato do policial, apreendeu uma pistola, carregadores, munições, drogas, dinheiro e balança de precisão. Três acusados de envolvimento com a ação criminosa foram presos.

O Sargento Romário, de 33 anos de idade, foi atingido quando a guarnição dele e de equipes da Força Tática foram verificar uma denúncia de que um grupo ligado ao crime organizado estaria na comunidade. Quando os policiais chegaram, foram recebidos à tiros.

Sargento Romário ainda foi socorrido, mas não resistiu.