Aguinaldo Ribeiro se diz “estarrecido” com pedido de medida protetiva da ex-esposa e repudia acusações de agressão

Aguinaldo Ribeiro se pronunciou após ser acusado de agressão contra a ex-esposa. A mulher entrou com pedido de medida protetiva na Justiça da Paraíba, no início de abril, o qual o deputado diz que nem tinha conhecimento.

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro se pronunciou após ser acusado de agredir a ex-esposa, Ana Rachel Targino Queiroz Velloso Ribeiro, e de “esvaziar” o patrimônio dela. Em nota enviada, o parlamentar disse que “este é um momento difícil para mim e para minha família e que envolve problemas de saúde e interesses conflitantes.” A mulher entrou com pedido de medida protetiva na Justiça da Paraíba, no início de abril, o qual o deputado diz que nem tinha conhecimento.

“O Brasil, a Paraíba, nossa família e nossos amigos conhecem a nossa história e a minha conduta enquanto marido e pai. Em todas as minhas relações pessoais e profissionais sempre me pautei pelo equilíbrio em busca do consenso e da harmonia”, declarou o deputado na nota..

Aguinaldo Ribeiro diz ter ficado estarrecido “com o conteúdo da petição que retrata fatos inverídicos, fantasiosos e não comprovados. Repudio veementemente as acusações de agressão, seja de qualquer natureza.”

O deputado encerra a nota dizendo que valoriza “a integridade e o respeito nas relações familiares. Nesse momento, vou fazer o que sempre fiz: preservar a minha família e as minhas filhas. Conto com o respeito e a compreensão de todos nesse momento. Deus conhece o meu coração e é a minha testemunha!”

A defesa da vítima, que negou o segredo de justiça do caso. “A medida protetiva da ex-mulher de Aguinaldo Ribeiro não estava em segredo de justiça”, foi explicado ainda que “os processos que correm na Vara da Família, de regra, não tem sigilo, a não ser que a parte peça, e foi pedido a retirada do sigilo”.

deputado federal, Aguinaldo Ribeiro
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados/Arquivo

Por ClickPB