Instabilidade climática volta a levar chuvas intensas ao RS nesta sexta-feira (10)

Camila Stucaluc

Cidades poderão registrar marcas entre 100 a 200 milímetros de água; tempo deve começar a melhorar na próxima semana.

Um novo episódio de instabilidade climática levará mais chuva ao Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (10). Segundo a MetSul, o tempo começará instável na metade Norte do estado, avançando para as demais regiões. Com isso, a previsão é de que nuvens carregadas voltem a aparecer na maioria das cidades, provocando chuvas torrenciais.

A instabilidade climática terá duração de quatro dias, ou seja, até a próxima segunda-feira (13). Os maiores volumes de chuva devem ser registrados entre o Centro do Rio Grande do Sul, os vales, a Grande Porto Alegre, parte da Serra e o Litoral Norte, que poderão registrar marcas de 100 a 200 milímetros (mm). Em outros locais, o número pode ser maior.

“O episódio de instabilidade que se inicia hoje terá duração de quatro dias, ou seja, não será um evento rápido. Pedimos muita atenção com perigo enorme de deslizamentos de terra em morros e encostas, em particular na Serra, até o começo da semana que por efeito de dias seguidos de chuva e novamente com altos volumes”, disse a MetSul.

A previsão é que o tempo melhore na terça-feira (14) com o ingresso de uma forte massa de ar frio, que trará temperaturas de inverno. Entre quarta e quinta-feira (14 e 15), no entanto, pode se registrar um novo e breve período de instabilidade com chuva e garoa.

Tragédia no RS

O retorno da chuva com altos volumes deve aumentar a crise no Rio Grande do Sul. Desde a última semana, cidades estão ilhadas devido às cheias dos rios. A preocupação é com todos os rios que cortam os vales e a região metropolitana, além do Guaíba, que podem subir ainda mais. Cai, Sinos e Gravataí também em estado de alerta.

Até o momento, a Defesa Civil contabiliza 107 mortos devido às enchentes, além de 68.519 desabrigados e 327.105 desalojados. Porto Alegre continua cercada por água. A única forma de entrar e sair da capital é pela zona leste, na RS-040, que leva ao Litoral Norte. Todos os demais pontos estão fechados, assim como o Aeroporto Internacional Salgado Filho, que suspendeu as atividades por tempo indeterminado.

 

Fonte: SBT News