Saúde confirma quarta morte por chikungunya e quinta por dengue, na Paraíba; estado tem 187 cidades em alerta

A Saúde informou ainda que a Paraíba tem 187 municípios em situação de alerta para arboviroses e nove óbitos estão em investigação.

A Secretaria de Saúde da Paraíba (SES–PB) confirmou a quarta morte por chikungunya na última segunda-feira (13) e o quinto óbito por dengue em 2024, uma idosa de 93 anos, do município de Campina Grande. Desde o início do ano, o total de casos prováveis de arboviroses chega a 11.018, dos quais, 132 com sinais de alarme e gravidade. A Paraíba tem 187 municípios em situação de alerta para arboviroses e nove óbitos estão em investigação.

Os quatro óbitos por chikungunya ocorreram nos municípios de Sapé, de um homem de 57 anos de idade; João Pessoa, de um bebê do sexo feminino com um ano e quatro meses de idade; a terceira morte por chikungunya ocorreu em Campina Grande, de uma mulher de 93 anos. Já a quarta morte foi de uma mulher de 38 anos, do município de Pirpirituba.

Conforme a SES-PB, os cinco óbitos por dengue confirmados até agora no estado foram no município de Camalaú, de uma jovem de  24 anos; Conde, de uma mulher de 42 anos; Campina Grande, de um homem de 60 anos; o quarto óbito foi de um homem de 69 anos do município de Cabedelo, e a quinta morte foi de uma idosa de 93 anos, moradora de Campina Grande.

Os casos com sinais de alarme e gravidade são em João Pessoa (85), Aguiar (01), Alhandra (01); Aparecida (01); Bayeux (01); Boa Ventura (01); Bonito de Santa Fé (01); Cabaceiras (01); Cabedelo (03); Camalaú (01), Campina Grande (06), Conde (02), Diamante (01) Guarabira (04); Monteiro (01); Pirpirituba (01); Poço Dantas (01); Pombal (01); Santa Luzia (01); Santa Rita (01); Sousa (04); Taperoá (01); Uiraúna (03).

O total de casos prováveis de dengue desde o início do ano é de 9.747; de chikungunya, 1.217 e, de zika, 54.

Por ClickPB