Exposição sobre Ariano Suassuna está aberta em João Pessoa

Foto: Joana Elen

A exposição “O Auto de Ariano, o Realista Esperançoso”, é uma experiência imersiva que mostra os bastidores da genialidade criativa de Ariano Suassuna e revela os segredos e encantos por trás de uma das mentes mais brilhantes da literatura brasileira e está aberta ao público no Espaço Luzzco, em João Pessoa.

O evento conta com salas imersivas, onde é possível transitar por todas as etapas da vida do autor. No total, são cinco atos repletos de referências, símbolos e objetos históricos de sua vida pessoal e profissional, exibindo elementos que foram utilizados por Ariano, como o estandarte do Circo da Onça Malhada, que percorreu mais de 100 cidades, e também o traje “sport fino”, confeccionado por bordadeiras nordestinas, que ele usou em sua posse na Academia Brasileira de Letras, cerimônia que aconteceu em 9 de agosto de 1990.

As adaptações de “O Auto da Compadecida” marcaram a história da cultura brasileira. A versão de 1969, dirigida por George Jonas, encantou com sua fidelidade à obra original. Em 1987, Os Trapalhões no Auto da Compadecida divertiram o público com humor escracho. Já a minissérie de 2000, dirigida por Guel Arraes, conquistou um sucesso estrondoso, a ponto de ganhar uma continuação, que chega às telas em 25 de dezembro de 2024.

Em entrevista com João Suassuna, neto de Ariano e coordenador da exposição, ele comenta ao Repórter Junino que essa é “A pré-estreia mais longa da história do Brasil”. João reforça, ainda, que a data de lançamento foi escolhida para ser um presente de Natal para o povo brasileiro. “Quem assiste a uma adaptação ou lê a obra, pode parecer que é só uma obra cômica, mas ali tem uma profunda reflexão social, a necessidade de diminuir a desigualdade social no país. Esses personagens nos inspiram a trazer a unidade do povo na diversidade, porque essa é a maior riqueza do Brasil, exatamente o povo,” finaliza.

Mais do que um tributo a um dos maiores nomes da literatura nacional, a exposição serve como um convite à reflexão sobre a importância da arte e da cultura na construção da identidade brasileira. Prepare-se para uma imersão onde os sentidos são acariciados pelas cores da alma e a essência é tocada pela melodia da vida. Esta exposição transcende o mero olhar, é uma celebração que ecoa a vida e legado de Ariano Suassuna, convidando cada visitante a explorar, aprender e se emocionar nas entrelinhas de sua arte.

Na última quarta-feira, a exposição serviu de mote e, o espaço Luzzco deu lugar, para o lançamento da campanha “Todo Mundo no São João”, da Brahma, que aproveitou o contexto junino e os elementos regionais de O Auto da Compadecida, obra de Ariano, para representar a nova identidade. A campanha deve fazer parte do São João de Campina Grande deste ano. Após João Pessoa, a campanha e a exposição, vão percorrer todas as regiões do Brasil.

 

Fonte: ParaibaOnline