Pré-candidata Corrinha Delfino confessa diploma de mestrado irregular e ‘dedura’ 80 professores na mesma ilegalidade em Cajazeiras

Pré-candidata Corrinha Delfino (PP) secretária de educação e pré-candidata à Prefeitura de Cajazeiras, confessou que o diploma de mestrado é irregular.

Corrinha Delfino (PP) secretária de educação e pré-candidata à Prefeitura de Cajazeiras, confessou que o diploma de mestrado é irregular. Além disso, ela denunciou outros 80 professores na mesma ilegalidade no município do Sertão da Paraíba. A polêmica foi divulgada durante entrevista de Corrinha Delfino na tarde desta quinta-feira (23), ao programa Boca Quente II, na Difusora Rádio Cajazeiras AM.

Conforme verificou o ClickPB, Corrinha Delfino, secretária de educação usou um diploma de mestrado de uma instituição não reconhecida pela Ministério da Educação e Cultura (MEC) para obter vantagens no salário de professora no título de mestrado. Durante entrevista Corrinha Delfino acusou outros 80 professores que também usam o diploma irregular para receber vantagens no salário.

Segundo informação obtida pelo ClickPB, o Instituto de Capacitação e Consultoria de São Paulo (ICCONESP), onde Corrinha teria feito o mestrado foi proibida pela justiça de realizar novas matrículas em cursos de pós-graduação strictu senso (mestrado e doutorado).

decisão judicial ocorreu após ação movida pelo Ministério Público paulista, sob número 5001781-91.2021.4.03.6118, e data do ano de 2021

Veja decisão da Justiça Federal 

Por ClickPB