Justiça dos EUA ordena que Bannon, ex-estrategista de Trump, vá para a prisão até julho

Steve Bannon, que foi o assessor-chefe da Casa Branca durante a gestão de Donald Trump, foi condenado pela justiça por obstruir os trabalhos do Congresso americano.

A Justiça dos EUA ordenou que Steve Bannon, aliado do ex-presidente Donald Trump durante seu mandato, reporte-se à prisão para cumprir pena até o próximo dia 1º de julho.

Isso significa que Bannon, que foi o principal assessor de campanha de Trump, provavelmente deve passar a cumprir sua pena por obstruir os trabalhos do Congresso americano atrás das grades.

Bannon foi condenado pela justiça a quatro meses de prisão por se recusar a cooperar com o comitê do Legislativo dos EUA que investigava os ataques de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio, quando milhares de apoiadores de Trump se reuniram em Washington e tentaram impedir o reconhecimento da vitória de Joe Biden nas eleições do ano anterior.

ClickPB