Após ensaiar uma união oposição de Serra da Raíz volta a se estranhar

58

Com um ano de 2019 de muitos atritos e de queimação entre os grupos, a oposição de Serra da Raíz ensaiou uma união no inicio do ano rendendo fotos e postagens em redes sociais, o que parecia está definido como um articulação para o ponta pé inicial para o pleito de 2020 durou até o ultimo domingo (12).

Uma reunião entre os prés-candidatos Dival Batista e Noronha Monteiro para chegar a um acordo de quem encabeçaria a chapa teria terminado sem um consenso, uma fonte que presenciou a conversa relatou que Dival teria ofertado alguns compromissos para Noronha ser o vice caso vencesse a eleição, além de propor um trabalho conjunto de ambos como carro a disposição das pessoas e a solução de outros atendimentos já a partir de fevereiro, mas foram rejeitadas. Segundo apurado, ao ter ouvido a negativa Dival teria dito que não se podia falar em união nas redes sociais se na verdade nada estava certo e que caminharia de forma independente com seu grupo politico.

Relatos de pessoas muito próximas ao pré candidato Noronha Monteiro, é que ele jamais aceitaria ser vice de Dival por duas circunstancias, a primeira por ter sido majoritário nas eleições para deputado e por achar que as pessoas não confiam no mesmo como administrador tendo em vista que por várias vezes teria tido problemas ao gerir negócios privados.

F. Silva