Às segundas, usamos resiliência

Quem advoga sabe bem que devemos matar 1 leão por dia, mas também sabe que nas segundas-feiras precisamos matar uns 10 leões com uma paulada só! Segunda é dia de começar dieta, de começar a frequentar academia, de dá o ponta-pé que faltava naquele projeto tão sonhado e também é o dia que mais somos procurados por novos clientes para o ajuizamento de ações e é o dia escolhido pelos então clientes para procurarem saber sobre o andamento de algum serviço que prestamos. Eita, dia importante e agitado é a segunda feira!

Mas e quando os 10 leões que precisamos matar nas segundas vêm acompanhados de outros imprevistos e problemas e viram 15…20…30 leões?Hoje, 13 de julho, segunda feira, acordeidisposta a iniciar meus trabalhos e todos aqueles projetos que costumamos apertar o start nas segundas e quando tentei conectar a internet no meu computador…Ops! Um sinal amarelo aparecia na tela “sem acesso!”. Em primeiro momento, achei que seria um probleminha besta na conexão e fiquei atualizando a página por aproximadamente meia hora, quando olhei para o roteador e todos aqueles fios na e percebi que um fio preto ligado à fonte estava solto! Mexi para lá, mexi para cá e NADA: “Sem acesso!”.

Olhei para a tela inicial do celular e vi várias mensagens que consegui entender só de passar a vista… “Bom dia, dra. Alguma novidade do meu processo?” “Bom dia, dra. Estou lhe enviando os documentos…” “Bom dia, dra. Quando puder me envia o documento do meu beneficio…” “Bom dia. Falo com Dra Raissa?”

É nessa hora, exatamente nesse momento que nossa sanidade mental e paz interior sentem-se ameaçadas, é nesse instante que precisamos vestir a armadura da resiliência para conseguirmos descansar sem desistir e encontrarmos uma saída.Pensa…pensa…pensa numa solução rápida…os clientes estão esperando e sem internet simplesmente não dá! Arranja uma solução logo! Peguei o telefone, liguei para o provedor da internet, pedi urgência e expliquei toda a situação, advogada…segunda-feira…prazos processuais…clientes aguardando, um verdadeiro caos! O atendente fez pouco caso de toda a minha narrativa desesperada, mas comprometeu-se a agilizar o envio de um técnico para consertar a falha na rede.

Olho o relógio da cozinha…Meio dia. Mas, já? Ufa! Um leão já foi, agora é hora de esquentar a comida e almoçar…abri a porta do aparelho…programei 2 minutinhos…microondas apitando, mas a comida saiu GELADA! Só faltava essa! A expectativa de matar os 10 leões por segunda já tinha sido superada há tempos! Liga para o rapaz que conserta…chama, chama, ninguém atende! Pensa…pensa…pensa numa solução…RÁPIDA! Batata frita, Coca geladinha e série preferida na TV! Tchaaanraaam!Achei! Transformar uma segunda que tem tudo para ser péssima num dia bom só depende de cada um de nós, como diziam os mais antigos “o que não tem remédio, remediado está!”, por isso nas segundas vestimos RESILIÊNCIA.

 

Raissa Victória Cavalcante de Oliveira, bacharel em Direito pela Universidade Estadual da Paraíba, advogada inscrita na OAB/PB, pós graduada em Direito e prática Previdenciária pelo Complexo Renato Saraiva

 

Deixe seu comentário