Associação Paraibana de Imprensa emite nota de pesar e lamenta morte da jornalista Lena Guimarães

1019

A imprensa paraibana amanheceu hoje com uma triste notícia. A da morte da jornalista Lena Guimarães, associada da Associação Paraibana de Imprensa e um dos grandes destaques do jornalismo paraibano. Atualmente Lena mantinha uma coluna diária no Jornal Correio da Paraíba, tida como leitura obrigatória para todos os envolvidos no mundo político.

A API, em nome de toda sua diretoria, lamenta profundamente a partida de Lena Guimarães, que deixará um vácuo no bom jornalismo e na analise crítica dos fatos. Esperamos ainda que o exemplo de dedicação e zelo pela informação, a competência e a coragem, traços marcantes da trajetória profissional de Lena, sirvam como exemplo para a atual e as futuras gerações de jornalistas.

Lena Guimarães faleceu aos 62 anos vítima de falência múltipla de órgãos, em decorrência de um câncer no pâncreas. Ela deixa um filho, Daniel Guimarães.

Lena foi repórter, redatora e chefe de reportagem do Jornal A União, editora dos cadernos de Cultura, Cidades, Economia e Política no CORREIO da Paraíba, antes de chegar ao cargo de diretora de jornalismo do Sistema Correio de Comunicação e de secretária de Comunicação do Estado, no governo José Maranhão (2009-2010).

Em maio deste ano, a Assembleia Legislativa da Paraíba  concedeu Medalha de Mérito Jornalístico a Lena Guimarães. A homenagem foi aprovada por unanimidade entre os parlamentares.

A Diretoria